Manutenção Condominial

Manutenção em condomínios verticais e horizontais

As imagens das câmeras que compõem um sistema de televisão condominial são cada vez mais usadas pela polícia para desvendar crimes contra o patrimônio; os agentes policiais pedem colaboração dos síndicos para recuperar imagens e, para decepção de todos, o sistema existente não fornece os dados solicitados porque o sistema não está gravando, embora para todos os efeitos ele esteja funcionando muito bem. É uma decepção para todos.

Embora os síndicos, profissionais ou não, sejam pessoas pró-ativas e cuidadosas e ainda preocupadas com o bem estar dos moradores e, ou dos que trabalham em condomínios residenciais ou comerciais, muitas vezes nas ocasiões em que ocorre um incidente, vai se verificar que a mangueira de incêndio está quebrada, o extintor está sem carga ou sem pressão, as lâmpadas da iluminação de segurança não acendem e tantos outros exemplos que podem ocorrer no nosso dia a dia.

Tenha um só interlocutor.

Hoje estão surgindo empresas que fazem as manutenções preventiva e corretivas (sempre que chamadas) em todos os equipamentos e sistemas que facilitam e protegem a vida dos condôminos desde os portões de garagem, os acessos às portarias, os interfones, a sinalização e a iluminação de emergência, os para-raios, o botão de pânico na portaria, a revisão dos quadros elétricos e a emissão de relatórios periódicos atestando o funcionamento das instalações.

Desde que a escolhida seja uma empresa capacitada e habilitada (CREA, CORPO DE BOMBEIROS, SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA), a função do síndico passa a ser muito facilitada pois basta um telefonema para a contratada para que a devida correção seja feita em um tempo capaz de minimizar os prejuízos causados pela pane.

O custo resultante da contratação compensa o condomínio pelo simples fato de que todos os equipamentos estão sempre funcionando; além disso o assessoramento da empresa pode propor a atualização tecnológica de determinados sistemas que sabe-se tornam-se obsoletos ou não apresentam as condições mínimas para serem usados por falta de confiabilidade; isso é feito a partir da manutenção preventiva mensal.

Manter vários contratos com pessoas físicas diferentes passa a ser uma atitude que quase sempre causa mais males do que benefícios. A economia aparente que se faz com essas contratações resulta numa relação custo/benefício desfavorável ao condomínio.

Deixe uma resposta